NO ÂMBITO DO PROGRAMA ECO-ESCOLAS
Abril 20, 2021

CIOR DÁ DESTINO CORRETO A GRANDE QUANTIDADE E VARIEDADE DE RESÍDUOS E EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E ELETRÓNICOS

Alunos da Escola Profissional CIOR participaram, no início deste mês, numa ação de encaminhamento de grande quantidade e variedade de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos e de resíduos de pilhas e acumuladores, numa iniciativa enquadrada no projeto Geração Depositrão 20/21.

Esta iniciativa, programada e desenvolvida no projeto de turma de alunos que frequentam o Curso de Educação e Formação/Eletricista de Instalações, decorre no âmbito de uma parceria existente entre a ERP Portugal – Entidade Gestora de Resíduos – e o Programa Eco Escolas.

Para Arcélio Sampaio, professor coordenador dos Cursos de Educação e Formação da CIOR, “este projeto, como boa prática ambiental, tem como grande objetivo informar, formar e consciencializar os jovens e, através destes, a população e as comunidades locais, sobre a importância do adequado destino a dar a este tipo de resíduos, causadores de gravíssimos problemas ambientais”.

Assim, e ainda segundo este responsável, este projeto, pela sua natureza e alcance, contribui significativamente para acabar com as lixeiras e montureiras espalhadas nas bermas de caminhos e vias de comunicação que atravessam áreas florestais, rurais e margens de rios como focos de forte contaminação dos solos e das águas.

O devido destino e tratamento deste tipo de resíduos permite a reciclagem e reutilização da maior parte dos seus diversos constituintes possibilitando, desta forma, uma correta gestão das matérias-primas e poupança de energia numa prática de sustentabilidade ambiental.

É de referir que a CIOR sempre teve presente, nas suas práticas, o princípio da responsabilidade social e ambiental, aspetos evidentes em várias atividades e iniciativas desenvolvidas ao longo dos anos, com destaque, entre outras, para o “ Hospital de Monstros”, que permite o arranjo, reutilização de equipamentos informáticos e eletrodomésticos posteriormente entregues a pessoas e famílias carenciadas, bem como na criação de vários tipos de protótipos amigos do ambiente e sustentabilidade energética das suas instalações e equipamentos.

CIOR Acreditação Aprovada
Fevereiro 25, 2021

A Escola Profissional Cior viu aprovada a Acreditação Erasmus KA1 – Ensino Profissional para o período de candidaturas 2021 a 2027.

Para garantir o ensino não presencial
Fevereiro 7, 2021

CIOR DESMANTELA NOVAMENTE SALAS DE INFORMÁTICA PARA DISTRIBUIR COMPUTADORES AOS SEUS ALUNOS MAIS CARENCIADOS

A Escola Profissional CIOR, de Vila Nova de Famalicão, procedeu ao desmantelamento de algumas salas de informática para distribuir os respetivos equipamentos informáticos pelos seus alunos mais carenciados.

À semelhança do ocorrido em março do ano passado, com a implementação nesta semana da modalidade de ensino à distância como “alternativa de recurso ao ensino presencial”, a CIOR, por uma “questão de consciência educativa, cívica e de responsabilidade social “seguiu mais uma vez o lema “Ninguém pode ficar para trás”, justificou, propósito, José Paiva, diretor pedagógico da Escola.

Para este responsável, apesar de reconhece que “nada pode substituir o ensino presencial, ato maior da dinâmica educativa e do processo de ensino e aprendizagem em termos vivências, metodologias, estratégias, avaliação e resultados” torna-se necessário, nesta situação de crise e de emergência, “reforçar práticas de inclusão e de solidariedade através de todos os meios ao nosso alcance”, pensando em todos, muito particularmente nos alunos mais desamparados e em situação de maior e vários tipos de vulnerabilidade.

Neste contexto de ensino à distância, a CIOR elaborou e distribuiu um manual de apoio pelos seus alunos e encarregados de educação contendo boas práticas, conselhos, normas e recomendações no sentido de aproveitar e potenciar este momento de ensino alternativo, centrado na sua maioria nas aulas teóricas.

Em todo este “complexo e desafiante processo logístico” a CIOR agradece o apoio da Câmara Municipal, facto traduzido na disponibilidade de conetividade à internet de alunos carenciados, registou José Paiva.

Alunos da CIOR continuam a realizar estágios Erasmus na europa
Janeiro 5, 2021

A Escola Profissional CIOR, de V.N. de Famalicão, organizou, durante o primeiro período do presente ano letivo, várias mobilidades de alunos no âmbito do programa Erasmus+, apesar dos grandes constrangimentos e condicionalismos derivados da situação de pandemia que se vive.
Com efeito, um total de 26 alunos que se encontram a frequentar o 11º e 12º anos dos cursos de animação sociocultural e de mecatrónica automóvel, de outubro a meados de dezembro, integraram 4 fluxos/mobilidades tendo como destino empresas e instituições de Malta, Itália e Alemanha onde efetuaram estágios/formação em contexto de trabalho e formação em contexto escolar.
Para os alunos, dadas as circunstâncias tratou-se de um “enorme desafio baseado na determinação, na vontade e no sentido de responsabilidade e disciplina individual e de grupo em vivenciar exigentes experiências ligadas à formação e ao mundo laboral em contextos socioculturais e linguísticos diferentes”, conforme assegurou Paula Pereira, da direção da CIOR.
A decisão da Escola em continuar com as mobilidades em contexto europeu, apesar das condições epidemiológicas, resultam de um programa existente e contratualizado com a Agência Nacional do programa Erasmus+, da vontade expressa dos alunos e do cumprimento escrupuloso das normas e recomendações da Direção Geral da Saúde e do Ministério da Educação.
Por outro lado, e ainda Paula Pereira, até ao momento “tudo tem sido possível com um esforço acrescido, em termos logísticos, de acompanhamento e de articulação, por parte do Gabinete de Projetos da escola e dos respetivos diretores de curso, com os alunos e com as entidades parceiras acolhedoras dos mesmos”.

CIOR reconhecida com Selo Europeu de Qualidade
Outubro 29, 2020

A Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, e toda a sua comunidade educativa, foi distinguida, na pessoa da Dra. Nilza Jardim, assessora pedagógica e responsável pelo Gabinete de Projetos, com o Selo Europeu de Qualidade pelo excelente trabalho do projeto eTwinning “Track it don’t lose it”. Isto significa que o seu trabalho, o dos alunos e o da escola obtiveram um reconhecimento ao mais alto nível europeu.

O certificado agora atribuído passará a aparecer na página Web da CIOR ou colocado em local de relevo na escola. Este projeto, com as suas boas práticas, será também divulgado numa área especial no Portal Europeu www.etwinning.net.

eTwinning é a comunidade de escolas da Europa. Este projeto disponibiliza uma plataforma para que os profissionais da educação que trabalham em escolas dos países europeus envolvidos, possam comunicar, colaborar, desenvolver projetos e partilhar; em suma, sentir-se, e efetivamente ser, parte da mais estimulante comunidade de aprendizagem na Europa. O eTwinning é co-financiado pelo Erasmus+, um programa Europeu no domínio da Educação, Formação, Juventude e Desporto.

CIOR assinalou a importância do Programa Erasmus +
Outubro 19, 2020

A Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, desenvolveu uma série de iniciativas, nos dias 15 e 16 desta semana, associando-se à celebração do Erasmusdays, evento que nos países europeus marca, divulga e exalta a importância e as vantagens do programa comunitário Erasmus +.

Neste contexto, toda a comunidade escolar se mobilizou para os momentos de “reflexão e partilha em torno das experiências e vivências/testemunhos de alunos que já participaram em mobilidades em vários países do espaço europeu e nas expetativas dos que se preparam para as iniciar face às virtudes e importância do Erasmus e de todo o seu alcance no quadro da Europa que somos e da Europa que queremos”, afirmou Paula Pereira, da direção da Escola.

Paralelamente procedeu-se à apresentação dos resultados da estratégia de internacionalização da CIOR, referente ao período 2015/2020, tendo em conta número de alunos envolvidos, fluxos de mobilidade, parceiros, países de destino, disseminação de boas práticas, metodologias, impacto de projetos, valor acrescentado nas aprendizagens e no processo educativo e formativo, tudo em consonância e de acordo com o exigido pelo Vet Charter, selo de qualidade que a CIOR tem recebido da Agência Nacional Erasmus e que reconhece as suas boas práticas.

Durante estes dias realizaram-se ainda sessões de divulgação, exposição de cartazes, visionamento vídeos e uma breve cerimónia de entrega de certificados a um grupo de estudantes romenos, do Liceu Tecnológico de Eletrónica e Telecomunicações, da cidade de Constança, que estagiaram na CIOR, durante 4 semanas.

Cumprindo todas as normas de prevenção e segurança e com a devida autorização da Agência Nacional, estão em curso três fluxos de mobilidades de estudantes finalistas dos cursos de Mecatrónica Automóvel e Animação Sociocultural da CIOR para a realização de estágios em prestigiadas empresas de Malta, Itália e Alemanha.

É de referir que todos os alunos que frequentam os diferentes cursos da CIOR têm uma experiência de estágio num país europeu, fazendo desta Escola um dos estabelecimentos de ensino da região e do país com maior número de mobilidades no âmbito do Erasmus+.

NO ÂMBITO DO PROGRAMA ECO-ESCOLAS
Abril 20, 2021

CIOR DÁ DESTINO CORRETO A GRANDE QUANTIDADE E VARIEDADE DE RESÍDUOS E EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E ELETRÓNICOS

Alunos da Escola Profissional CIOR participaram, no início deste mês, numa ação de encaminhamento de grande quantidade e variedade de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos e de resíduos de pilhas e acumuladores, numa iniciativa enquadrada no projeto Geração Depositrão 20/21.

Esta iniciativa, programada e desenvolvida no projeto de turma de alunos que frequentam o Curso de Educação e Formação/Eletricista de Instalações, decorre no âmbito de uma parceria existente entre a ERP Portugal – Entidade Gestora de Resíduos – e o Programa Eco Escolas.

Para Arcélio Sampaio, professor coordenador dos Cursos de Educação e Formação da CIOR, “este projeto, como boa prática ambiental, tem como grande objetivo informar, formar e consciencializar os jovens e, através destes, a população e as comunidades locais, sobre a importância do adequado destino a dar a este tipo de resíduos, causadores de gravíssimos problemas ambientais”.

Assim, e ainda segundo este responsável, este projeto, pela sua natureza e alcance, contribui significativamente para acabar com as lixeiras e montureiras espalhadas nas bermas de caminhos e vias de comunicação que atravessam áreas florestais, rurais e margens de rios como focos de forte contaminação dos solos e das águas.

O devido destino e tratamento deste tipo de resíduos permite a reciclagem e reutilização da maior parte dos seus diversos constituintes possibilitando, desta forma, uma correta gestão das matérias-primas e poupança de energia numa prática de sustentabilidade ambiental.

É de referir que a CIOR sempre teve presente, nas suas práticas, o princípio da responsabilidade social e ambiental, aspetos evidentes em várias atividades e iniciativas desenvolvidas ao longo dos anos, com destaque, entre outras, para o “ Hospital de Monstros”, que permite o arranjo, reutilização de equipamentos informáticos e eletrodomésticos posteriormente entregues a pessoas e famílias carenciadas, bem como na criação de vários tipos de protótipos amigos do ambiente e sustentabilidade energética das suas instalações e equipamentos.

CIOR Acreditação Aprovada
Fevereiro 25, 2021

A Escola Profissional Cior viu aprovada a Acreditação Erasmus KA1 – Ensino Profissional para o período de candidaturas 2021 a 2027.

Para garantir o ensino não presencial
Fevereiro 7, 2021

CIOR DESMANTELA NOVAMENTE SALAS DE INFORMÁTICA PARA DISTRIBUIR COMPUTADORES AOS SEUS ALUNOS MAIS CARENCIADOS

A Escola Profissional CIOR, de Vila Nova de Famalicão, procedeu ao desmantelamento de algumas salas de informática para distribuir os respetivos equipamentos informáticos pelos seus alunos mais carenciados.

À semelhança do ocorrido em março do ano passado, com a implementação nesta semana da modalidade de ensino à distância como “alternativa de recurso ao ensino presencial”, a CIOR, por uma “questão de consciência educativa, cívica e de responsabilidade social “seguiu mais uma vez o lema “Ninguém pode ficar para trás”, justificou, propósito, José Paiva, diretor pedagógico da Escola.

Para este responsável, apesar de reconhece que “nada pode substituir o ensino presencial, ato maior da dinâmica educativa e do processo de ensino e aprendizagem em termos vivências, metodologias, estratégias, avaliação e resultados” torna-se necessário, nesta situação de crise e de emergência, “reforçar práticas de inclusão e de solidariedade através de todos os meios ao nosso alcance”, pensando em todos, muito particularmente nos alunos mais desamparados e em situação de maior e vários tipos de vulnerabilidade.

Neste contexto de ensino à distância, a CIOR elaborou e distribuiu um manual de apoio pelos seus alunos e encarregados de educação contendo boas práticas, conselhos, normas e recomendações no sentido de aproveitar e potenciar este momento de ensino alternativo, centrado na sua maioria nas aulas teóricas.

Em todo este “complexo e desafiante processo logístico” a CIOR agradece o apoio da Câmara Municipal, facto traduzido na disponibilidade de conetividade à internet de alunos carenciados, registou José Paiva.

Alunos da CIOR continuam a realizar estágios Erasmus na europa
Janeiro 5, 2021

A Escola Profissional CIOR, de V.N. de Famalicão, organizou, durante o primeiro período do presente ano letivo, várias mobilidades de alunos no âmbito do programa Erasmus+, apesar dos grandes constrangimentos e condicionalismos derivados da situação de pandemia que se vive.
Com efeito, um total de 26 alunos que se encontram a frequentar o 11º e 12º anos dos cursos de animação sociocultural e de mecatrónica automóvel, de outubro a meados de dezembro, integraram 4 fluxos/mobilidades tendo como destino empresas e instituições de Malta, Itália e Alemanha onde efetuaram estágios/formação em contexto de trabalho e formação em contexto escolar.
Para os alunos, dadas as circunstâncias tratou-se de um “enorme desafio baseado na determinação, na vontade e no sentido de responsabilidade e disciplina individual e de grupo em vivenciar exigentes experiências ligadas à formação e ao mundo laboral em contextos socioculturais e linguísticos diferentes”, conforme assegurou Paula Pereira, da direção da CIOR.
A decisão da Escola em continuar com as mobilidades em contexto europeu, apesar das condições epidemiológicas, resultam de um programa existente e contratualizado com a Agência Nacional do programa Erasmus+, da vontade expressa dos alunos e do cumprimento escrupuloso das normas e recomendações da Direção Geral da Saúde e do Ministério da Educação.
Por outro lado, e ainda Paula Pereira, até ao momento “tudo tem sido possível com um esforço acrescido, em termos logísticos, de acompanhamento e de articulação, por parte do Gabinete de Projetos da escola e dos respetivos diretores de curso, com os alunos e com as entidades parceiras acolhedoras dos mesmos”.

CIOR reconhecida com Selo Europeu de Qualidade
Outubro 29, 2020

A Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, e toda a sua comunidade educativa, foi distinguida, na pessoa da Dra. Nilza Jardim, assessora pedagógica e responsável pelo Gabinete de Projetos, com o Selo Europeu de Qualidade pelo excelente trabalho do projeto eTwinning “Track it don’t lose it”. Isto significa que o seu trabalho, o dos alunos e o da escola obtiveram um reconhecimento ao mais alto nível europeu.

O certificado agora atribuído passará a aparecer na página Web da CIOR ou colocado em local de relevo na escola. Este projeto, com as suas boas práticas, será também divulgado numa área especial no Portal Europeu www.etwinning.net.

eTwinning é a comunidade de escolas da Europa. Este projeto disponibiliza uma plataforma para que os profissionais da educação que trabalham em escolas dos países europeus envolvidos, possam comunicar, colaborar, desenvolver projetos e partilhar; em suma, sentir-se, e efetivamente ser, parte da mais estimulante comunidade de aprendizagem na Europa. O eTwinning é co-financiado pelo Erasmus+, um programa Europeu no domínio da Educação, Formação, Juventude e Desporto.

CIOR assinalou a importância do Programa Erasmus +
Outubro 19, 2020

A Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, desenvolveu uma série de iniciativas, nos dias 15 e 16 desta semana, associando-se à celebração do Erasmusdays, evento que nos países europeus marca, divulga e exalta a importância e as vantagens do programa comunitário Erasmus +.

Neste contexto, toda a comunidade escolar se mobilizou para os momentos de “reflexão e partilha em torno das experiências e vivências/testemunhos de alunos que já participaram em mobilidades em vários países do espaço europeu e nas expetativas dos que se preparam para as iniciar face às virtudes e importância do Erasmus e de todo o seu alcance no quadro da Europa que somos e da Europa que queremos”, afirmou Paula Pereira, da direção da Escola.

Paralelamente procedeu-se à apresentação dos resultados da estratégia de internacionalização da CIOR, referente ao período 2015/2020, tendo em conta número de alunos envolvidos, fluxos de mobilidade, parceiros, países de destino, disseminação de boas práticas, metodologias, impacto de projetos, valor acrescentado nas aprendizagens e no processo educativo e formativo, tudo em consonância e de acordo com o exigido pelo Vet Charter, selo de qualidade que a CIOR tem recebido da Agência Nacional Erasmus e que reconhece as suas boas práticas.

Durante estes dias realizaram-se ainda sessões de divulgação, exposição de cartazes, visionamento vídeos e uma breve cerimónia de entrega de certificados a um grupo de estudantes romenos, do Liceu Tecnológico de Eletrónica e Telecomunicações, da cidade de Constança, que estagiaram na CIOR, durante 4 semanas.

Cumprindo todas as normas de prevenção e segurança e com a devida autorização da Agência Nacional, estão em curso três fluxos de mobilidades de estudantes finalistas dos cursos de Mecatrónica Automóvel e Animação Sociocultural da CIOR para a realização de estágios em prestigiadas empresas de Malta, Itália e Alemanha.

É de referir que todos os alunos que frequentam os diferentes cursos da CIOR têm uma experiência de estágio num país europeu, fazendo desta Escola um dos estabelecimentos de ensino da região e do país com maior número de mobilidades no âmbito do Erasmus+.

NO ÂMBITO DO PROGRAMA ECO-ESCOLAS
Abril 20, 2021

CIOR DÁ DESTINO CORRETO A GRANDE QUANTIDADE E VARIEDADE DE RESÍDUOS E EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E ELETRÓNICOS

Alunos da Escola Profissional CIOR participaram, no início deste mês, numa ação de encaminhamento de grande quantidade e variedade de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos e de resíduos de pilhas e acumuladores, numa iniciativa enquadrada no projeto Geração Depositrão 20/21.

Esta iniciativa, programada e desenvolvida no projeto de turma de alunos que frequentam o Curso de Educação e Formação/Eletricista de Instalações, decorre no âmbito de uma parceria existente entre a ERP Portugal – Entidade Gestora de Resíduos – e o Programa Eco Escolas.

Para Arcélio Sampaio, professor coordenador dos Cursos de Educação e Formação da CIOR, “este projeto, como boa prática ambiental, tem como grande objetivo informar, formar e consciencializar os jovens e, através destes, a população e as comunidades locais, sobre a importância do adequado destino a dar a este tipo de resíduos, causadores de gravíssimos problemas ambientais”.

Assim, e ainda segundo este responsável, este projeto, pela sua natureza e alcance, contribui significativamente para acabar com as lixeiras e montureiras espalhadas nas bermas de caminhos e vias de comunicação que atravessam áreas florestais, rurais e margens de rios como focos de forte contaminação dos solos e das águas.

O devido destino e tratamento deste tipo de resíduos permite a reciclagem e reutilização da maior parte dos seus diversos constituintes possibilitando, desta forma, uma correta gestão das matérias-primas e poupança de energia numa prática de sustentabilidade ambiental.

É de referir que a CIOR sempre teve presente, nas suas práticas, o princípio da responsabilidade social e ambiental, aspetos evidentes em várias atividades e iniciativas desenvolvidas ao longo dos anos, com destaque, entre outras, para o “ Hospital de Monstros”, que permite o arranjo, reutilização de equipamentos informáticos e eletrodomésticos posteriormente entregues a pessoas e famílias carenciadas, bem como na criação de vários tipos de protótipos amigos do ambiente e sustentabilidade energética das suas instalações e equipamentos.

CIOR Acreditação Aprovada
Fevereiro 25, 2021

A Escola Profissional Cior viu aprovada a Acreditação Erasmus KA1 – Ensino Profissional para o período de candidaturas 2021 a 2027.

Para garantir o ensino não presencial
Fevereiro 7, 2021

CIOR DESMANTELA NOVAMENTE SALAS DE INFORMÁTICA PARA DISTRIBUIR COMPUTADORES AOS SEUS ALUNOS MAIS CARENCIADOS

A Escola Profissional CIOR, de Vila Nova de Famalicão, procedeu ao desmantelamento de algumas salas de informática para distribuir os respetivos equipamentos informáticos pelos seus alunos mais carenciados.

À semelhança do ocorrido em março do ano passado, com a implementação nesta semana da modalidade de ensino à distância como “alternativa de recurso ao ensino presencial”, a CIOR, por uma “questão de consciência educativa, cívica e de responsabilidade social “seguiu mais uma vez o lema “Ninguém pode ficar para trás”, justificou, propósito, José Paiva, diretor pedagógico da Escola.

Para este responsável, apesar de reconhece que “nada pode substituir o ensino presencial, ato maior da dinâmica educativa e do processo de ensino e aprendizagem em termos vivências, metodologias, estratégias, avaliação e resultados” torna-se necessário, nesta situação de crise e de emergência, “reforçar práticas de inclusão e de solidariedade através de todos os meios ao nosso alcance”, pensando em todos, muito particularmente nos alunos mais desamparados e em situação de maior e vários tipos de vulnerabilidade.

Neste contexto de ensino à distância, a CIOR elaborou e distribuiu um manual de apoio pelos seus alunos e encarregados de educação contendo boas práticas, conselhos, normas e recomendações no sentido de aproveitar e potenciar este momento de ensino alternativo, centrado na sua maioria nas aulas teóricas.

Em todo este “complexo e desafiante processo logístico” a CIOR agradece o apoio da Câmara Municipal, facto traduzido na disponibilidade de conetividade à internet de alunos carenciados, registou José Paiva.

Alunos da CIOR continuam a realizar estágios Erasmus na europa
Janeiro 5, 2021

A Escola Profissional CIOR, de V.N. de Famalicão, organizou, durante o primeiro período do presente ano letivo, várias mobilidades de alunos no âmbito do programa Erasmus+, apesar dos grandes constrangimentos e condicionalismos derivados da situação de pandemia que se vive.
Com efeito, um total de 26 alunos que se encontram a frequentar o 11º e 12º anos dos cursos de animação sociocultural e de mecatrónica automóvel, de outubro a meados de dezembro, integraram 4 fluxos/mobilidades tendo como destino empresas e instituições de Malta, Itália e Alemanha onde efetuaram estágios/formação em contexto de trabalho e formação em contexto escolar.
Para os alunos, dadas as circunstâncias tratou-se de um “enorme desafio baseado na determinação, na vontade e no sentido de responsabilidade e disciplina individual e de grupo em vivenciar exigentes experiências ligadas à formação e ao mundo laboral em contextos socioculturais e linguísticos diferentes”, conforme assegurou Paula Pereira, da direção da CIOR.
A decisão da Escola em continuar com as mobilidades em contexto europeu, apesar das condições epidemiológicas, resultam de um programa existente e contratualizado com a Agência Nacional do programa Erasmus+, da vontade expressa dos alunos e do cumprimento escrupuloso das normas e recomendações da Direção Geral da Saúde e do Ministério da Educação.
Por outro lado, e ainda Paula Pereira, até ao momento “tudo tem sido possível com um esforço acrescido, em termos logísticos, de acompanhamento e de articulação, por parte do Gabinete de Projetos da escola e dos respetivos diretores de curso, com os alunos e com as entidades parceiras acolhedoras dos mesmos”.

CIOR reconhecida com Selo Europeu de Qualidade
Outubro 29, 2020

A Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, e toda a sua comunidade educativa, foi distinguida, na pessoa da Dra. Nilza Jardim, assessora pedagógica e responsável pelo Gabinete de Projetos, com o Selo Europeu de Qualidade pelo excelente trabalho do projeto eTwinning “Track it don’t lose it”. Isto significa que o seu trabalho, o dos alunos e o da escola obtiveram um reconhecimento ao mais alto nível europeu.

O certificado agora atribuído passará a aparecer na página Web da CIOR ou colocado em local de relevo na escola. Este projeto, com as suas boas práticas, será também divulgado numa área especial no Portal Europeu www.etwinning.net.

eTwinning é a comunidade de escolas da Europa. Este projeto disponibiliza uma plataforma para que os profissionais da educação que trabalham em escolas dos países europeus envolvidos, possam comunicar, colaborar, desenvolver projetos e partilhar; em suma, sentir-se, e efetivamente ser, parte da mais estimulante comunidade de aprendizagem na Europa. O eTwinning é co-financiado pelo Erasmus+, um programa Europeu no domínio da Educação, Formação, Juventude e Desporto.

CIOR assinalou a importância do Programa Erasmus +
Outubro 19, 2020

A Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, desenvolveu uma série de iniciativas, nos dias 15 e 16 desta semana, associando-se à celebração do Erasmusdays, evento que nos países europeus marca, divulga e exalta a importância e as vantagens do programa comunitário Erasmus +.

Neste contexto, toda a comunidade escolar se mobilizou para os momentos de “reflexão e partilha em torno das experiências e vivências/testemunhos de alunos que já participaram em mobilidades em vários países do espaço europeu e nas expetativas dos que se preparam para as iniciar face às virtudes e importância do Erasmus e de todo o seu alcance no quadro da Europa que somos e da Europa que queremos”, afirmou Paula Pereira, da direção da Escola.

Paralelamente procedeu-se à apresentação dos resultados da estratégia de internacionalização da CIOR, referente ao período 2015/2020, tendo em conta número de alunos envolvidos, fluxos de mobilidade, parceiros, países de destino, disseminação de boas práticas, metodologias, impacto de projetos, valor acrescentado nas aprendizagens e no processo educativo e formativo, tudo em consonância e de acordo com o exigido pelo Vet Charter, selo de qualidade que a CIOR tem recebido da Agência Nacional Erasmus e que reconhece as suas boas práticas.

Durante estes dias realizaram-se ainda sessões de divulgação, exposição de cartazes, visionamento vídeos e uma breve cerimónia de entrega de certificados a um grupo de estudantes romenos, do Liceu Tecnológico de Eletrónica e Telecomunicações, da cidade de Constança, que estagiaram na CIOR, durante 4 semanas.

Cumprindo todas as normas de prevenção e segurança e com a devida autorização da Agência Nacional, estão em curso três fluxos de mobilidades de estudantes finalistas dos cursos de Mecatrónica Automóvel e Animação Sociocultural da CIOR para a realização de estágios em prestigiadas empresas de Malta, Itália e Alemanha.

É de referir que todos os alunos que frequentam os diferentes cursos da CIOR têm uma experiência de estágio num país europeu, fazendo desta Escola um dos estabelecimentos de ensino da região e do país com maior número de mobilidades no âmbito do Erasmus+.

Início das aulas no 3º Período - Ano Letivo 2020/21

Cursos CEF:

Aulas presenciais/Regresso à escola: dia 06.04.2021, de acordo com o horário

Cursos Profissionais:

Ensino à distância: dia 06.04.2021, de acordo com o horário

Aulas presenciais/Regresso à escola: dia 19.04.2021, de acordo com o horário