cior
///

Menu

App Android

A CIOR no teu smartphone ou tablet android.

Untitled Document

Untitled Document

CIOR DEBATE FALTA DE TÉCNICOS DE METALOMECÂNICA NAS EMPRESAS DO SETOR

A falta de profissionais qualificados no mercado do trabalho na área da metalomecânica e afins, a sua grande procura e o emprego praticamente garantido em empresas do município e da região, foram as conclusões da conferência/encontro, realizada, no passado dia 25, quinta-feira, na Escola Profissional CIOR.

Neste sentido, José Paiva, diretor pedagógico da CIOR, reconheceu e alertou para a “necessidade de se ultrapassarem preconceitos” relativos a determinadas profissões vistas como “trabalho duro e sujo”, como as da fileira da produção metalomecânica, contrapondo e argumentando com os “meios tecnológicos e as modernas ferramentas CNC”, com que estão equipadas as grandes empresas do setor.

A falta de mão-de-obra qualificada, ainda segundo o responsável pela Escola, é notória nas “dezenas de pedidos que nos chegam por parte das empresas” e na oferta registada nos centros de emprego da região.

Temas, realidades, desafios e oportunidades diretamente relacionados com a produção metalomecânica foram objeto de reflexão e debate, que envolveu empresários, técnicos, formadores e alunos. A mecatrónica também foi uma área profissional objeto de abordagem.

Participaram neste encontro Miguel Magalhães, da ROQ e Maria Manuel Trocado, do IAPMEI, bem como o piloto famalicense, Miguel Campos, o antigo aluno Álvaro Silva, técnico de mecatrónica da Cardan, e João Lima, da Confiauto.

Esta iniciativa desenvolveu-se no âmbito do ciclo de conferências/encontros denominados “A Palavra de quem Sabe”, organizados pela CIOR e enquadrados nas comemorações do seu 25º aniversário.

Videos

Galeria

:: CIOR::
Anterior | [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] | Próxima