CIOR REFORÇA DINÂMICAS DE MOBILIDADE NO ÂMBITO DO PROGRAMA ERASMUS+
Janeiro 28, 2022

A Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, continua a desenvolver e a privilegiar as dinâmicas de mobilidade no espaço europeu, no âmbito do programa Erasmus+, apesar dos constrangimentos impostos pela Covid19. Neste contexto, cinco professores do Liceul Tehnologic de Electrotehnica Si Telecomunicatii de Constanta, Roménia, estiveram na CIOR, durante duas semanas, de dezassete a vinte e oito de janeiro, no âmbito de uma mobilidade de staff para abordarem aspetos relacionados com métodos de ensino em tempos de pandemia, base de dados para aulas e trabalhos laboratoriais online e impressão 3D.

CIOR ACOLHE ALUNOS PROVENIENTES DE PAÍSES AFRICANOS
Dezembro 9, 2021

A Escola Profissional CIOR acolheu, no início desta semana, dois alunos guineenses, da cidade de Bissau, que irão frequentar os cursos de Produção Metalomecânica e de Animação Sociocultural.

A estes estudantes juntar-se-ão a mais sete prestes a chegar de São Tomé e Príncipe e um de Moçambique que iniciarão o ciclo de estudos, em diferentes áreas de formação, no presente ano letivo.

“A CIOR já formou e qualificou várias dezenas de alunos africanos num processo de cooperação para o desenvolvimento e estreitamente dos laços no espaço da lusofonia”, referiu Paula Pereira, da direção da Escola.

Esta responsável acrescentou ainda que “sempre fomos uma escola inclusiva, promotora das boas práticas de integração e sentimos um grande orgulho em saber que antigos alunos da CIOR, altamente qualificados, estão a contribuir para o desenvolvimento dos seus países”.

Há vários anos que a CIOR ministra formação profissional, bem como capacitação pedagógica a alunos e técnicos provenientes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, no âmbito de um protocolo de cooperação com o Ministério da Educação, Fundação Portugal/África e Universidade Católica/Porto.

No caso particular de São Tomé e Príncipe, os alunos são provenientes de Lobata, município geminado com V. N. de Famalicão.

Os alunos guineenses escolheram a CIOR através de contactos estabelecidos pela Fundação Catarina Taborda.

CIOR ACOLHE PARCEIROS DE VÁRIOS PAÍSES DA EUROPA NUM PROJETO PARA REFORÇAR A RELAÇÃO ENTRE AS ESCOLAS E AS EMPRESAS
Novembro 16, 2021

Está a decorrer na Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, de terça a sexta-feira desta semana, um encontro presencial de parceiros do projeto Erasmus+, enquadrado na ação/chave 2, subordinado ao tema “Train, work and Succeed in Europe”.

A comitiva foi recebida, no primeiro dia, na Câmara Municipal, pela nova vereadora da Juventude, Turismo e Voluntariado, Luísa Azevedo.

“O projeto tem em vista processos e estratégias de aquisição de competências de empregabilidade dos jovens para efeitos de aproximação ao mercado de trabalho, através do reforço da relação e cooperação entre escolas e empresas, como forma de facilitar o sucesso pessoal e profissional dos jovens”, explicou, Amadeu Dinis, diretor da CIOR.

Para além da CIOR, são parceiros deste projeto as escolas e centros de formação Berufliche Oberschule Schwandorf, Schwandorf, Alemanha (Coordenadora); IES Joan Maria Thomas Palma, Palma de Mallorca, Espanha; Samsun Rotary Kulübü Bilim ve Sanat Merkezi, Samsun, Turquia e Strukovna skola Sisak, Sisak, Croácia.

Da agenda constam diversas atividades como visitas ao Made In, ao Centro de Emprego, assim como a empresas parceiras da CIOR como a AMG, em Esmeriz e S. Roque, em Oliveira Santa Maria, a par de um programa de visitas a equipamentos culturais do Município de Famalicão.

ALUNO DA CIOR VENCE CONCURSO “O MEU PROJETO É EMPREENDEDOR” NA CATEGORIA INDÚSTRIA
Novembro 12, 2021

O aluno Henrique Pereira, que frequentou o curso de Eletrónica, Automação e Comando na Escola Profissional, foi o vencedor, na categoria indústria, do concurso “O meu projeto é empreendedor” com o projeto concebido no âmbito da sua prova de aptidão profissional: Sistema de Gestão, Controlo e Automação de Recursos Elétricos no edifício da Escola Profissional CIOR.

A sessão solene e cerimónia de entrega de prémios, teve lugar na Casa do Território, na tarde da passada sexta-feira.

O projeto em questão   contribui para uma utilização, monitorização e gestão eficientes da energia nas instalações e equipamentos da Escola nos domínios da iluminação, funcionamento, ar condicionado, sistema de vídeo vigilância e intrusão. Através de um controlador central, composto por um minicomputador e um sistema operativo específico para o efeito, é assegurada toda a gestão, controlo e comunicação entre os inúmeros dispositivos elétricos.

De forma simples, flexível, acessível, mas robusta, o projeto contribui para reduzir consumos com ganhos económicos e ambientais em linha com processos de descarbonização, conforme referiu Henrique Pereira para quem, para além do valor dos 500 euros recebidos, vê no prémio um “reconhecimento e estímulo, mas também um desafio para continuar a inovar e a empreender”.

É de referi que a CIOR teve também o projeto” Mesa de Vácuo”, do aluno Rúben Loureiro, do curso de Produção Metalomecânica, como um dos 6 finalistas selecionados na mesma categoria

Paula Pereira, membro da direção da CIOR, as sucessivas edições deste projeto/concurso, promovido pela Câmara Municipal, no âmbito da Rede Famalicão Empreende, são uma “oportunidade para que as escolas e os alunos valorizem, cada vez mais o “saber fazer”, baseado no trabalho de projeto, como a dimensão mais favorável para o desenvolvimento de competências multidisciplinares facilitadoras para o ingresso no mercado do trabalho ou prosseguimento de estudos”.

REPARANDO AVARIAS DE ELETRODOMÉSTICOS
Outubro 22, 2021

ALUNOS DA CIOR DINAMIZAM AÇÃO RELACIONADA COM A ECONOMIA CIRCULAR

Alunos da Escola Profissional CIOR dinamizaram, na passada sexta-feira, dia 22, um workshop sobre recuperação de eletrodomésticos, enquadrado na iniciativa “Praça Circular”, promovido pela Câmara Municipal e em curso de setembro a novembro no espaço da Praça.

Os alunos a frequentar os cursos de Eletrónica e de Instalações Elétricas explicaram aos participantes e visitantes os procedimentos necessários para a deteção, correção e reparação das avarias em diversos pequenos aparelhos presentes nas nossas casas.

“Para além de uma boa prática no âmbito da economia circular e da sustentabilidade ambiental, é gratificante ver alunos motivados a aplicar conhecimentos e competências adquiridos nas aulas e numa ação de sensibilização educativa amiga do ambiente e das pessoas”, realçou o diretor de curso Pedro Veloso.

Esta ação da CIOR enquadra-se no projeto “Hospital de  Monstros”, há anos desenvolvido na Escola, através do qual se procede há reparação de vários tipos de eletrodomésticos  que posteriormente são distribuídos por pessoas e famílias carenciadas nas Lojas Sociais existentes no Município. “A CIOR desde há muito tempo que associa a prática da responsabilidade ambiental à da responsabilidade social”, sintetizou Pedro Veloso.

ALUNOS DA CIOR REALIZAM ESTÁGIOS PROFISSIONAIS EM DIFERENTES PAÍSES DA EUROPA
Outubro 15, 2021

Um grupo de 18 alunos da Escola Profissional CIOR, de Vila Nova de Famalicão, que frequenta o 12º ano, rumará, no início da próxima semana, com destino a Itália, Malta e Espanha, no âmbito do programa Erasmus+, para realização de estágios profissionais em prestigiadas empresas/organizações parceiras da CIOR nesses países.

A saída ocorre depois da Escola ter celebrado o “Erasmusdays”, iniciativa europeia destinada a promover o Programa Erasmus+ e a dar visibilidade às atividades organizadas pelos beneficiários do programa. Foram três dias de celebração, partilha de experiências e testemunhos, promoção e valorização dos benefícios que a Europa oferece através do programa Erasmus+.

Para José Paiva, diretor pedagógico da CIOR, o Erasmus+ e as respetivas mobilidades para diferentes países da Europa são “oportunidades únicas para enriquecimento do percurso formativo dos alunos, em termos de aprendizagens, competências profissionais e pessoais, metodologias, processos de trabalho e cidadania europeia”.

Este responsável pela Escola considera ainda toda estas “dinâmicas e vivências” fundamentais para os projetos de vida dos alunos como pessoas e futuros profissionais de acordo com o perfil que a CIOR pretende para os seus alunos no final de cada ciclo formativo.

Assim, 6 alunos do curso de Mecatrónica Automóvel farão estágios na cidade de Vicenza, Itália, outros tantos alunos de Produção Metalomecânica têm como destino a cidade de Málaga, Espanha, deslocando-se os restantes alunos de Animação Socio Cultural, para a ilha de Malta.

É de referir que CIOR tem registado uma forte tendência de crescimento nas taxas de empregabilidade dos seus formandos nas diferentes áreas do mercado do trabalho, resultado da grande procura associada à escassez de técnicos qualificados em áreas como a metalomecânica e afins e outras emergentes no tecido empresarial da região.

CIOR INICIA ANO LETIVO ASSINALANDO 30 ANOS DE ENSINO E FORMAÇÃO
Setembro 11, 2021

A Escola Profissional CIOR começou este novo ano letivo assinalando os 30 anos da sua fundação, tendo surgido a 11 de setembro de 1991, ao abrigo do PROAVE – Operação Integrada do Vale do Ave – nos termos do Dec. Lei nº 26/89 de 21 de janeiro.

A direção da Escola, através de Amadeu Dinis, manifesta o “sentimento de reconhecimento e gratidão a toda a comunidade educativa, antigos alunos e professores, parceiros institucionais e empresas que ao longo dos anos têm contribuído para a consolidação e afirmação da CIOR e do seu projeto educativo.”

Por sua vez, o diretor pedagógico, José Paiva, refere que “o nosso maior património é constituído por milhares de homens e mulheres que, educados e formados na CIOR, souberam construir projetos de vida como pessoas e profissionais”. Mais afirma que “este é o nosso maior orgulho. O nosso maior capital!”

Ano a ano a CIOR tem-se afirmado como um projeto educativo, formativo e sociocultural permanentemente aberto, dinâmico e inovador. Um projeto que se tem consolidado na experiência, na cooperação interinstitucional e na procura sistemática de novos paradigmas que o tornam único, moderno e de qualidade.

NA DEFESA DAS PROVAS DE APTIDÃO PROFISSIONAL
Julho 2, 2021

ALUNOS DA CIOR DEMONSTRAM CRIATIVIDADE, INOVAÇÃO E CAPACIDADE EMPREENDEDORA.

Os alunos finalistas dos diferentes cursos profissionais ministrados na Escola Profissional CIOR, de V.N. Famalicão, de acordo com o cronograma escolar, encontram-se, durante este mês, e momento de apresentação e defesa da respetivas PAP(s)- Provas de Aptidão Profissional.

Estas provas, conforme referiu José Paiva, diretor pedagógico da CIOR, são a “última etapa do percurso formativo dos alunos traduzida num projeto transdisciplinar integrador de todos os saberes e capacidades adquiridos e desenvolvidos ao longo dos 3 anos do ciclo de formação”.

Ainda segundo este responsável, trata-se de “um projeto pessoal estruturante do futuro profissional dos jovens formandos centrado em temas e problemas perspetivados, concebidos, programados e executados com metodologias específicas estreitamente ligadas à realidade laboral e ao seu perfil profissional”.

Estas provas finais são apresentadas e defendidas, individualmente ou em equipa,  em contexto de trabalho de ambiente escolar e/ou em contextos de trabalho de ambiente extraescolar, perante um júri  de avaliação constituído pelo diretor pedagógico da escola, que preside, diretor de curso, orientador educativo, professor orientador e acompanhante do projeto, um representante das associações empresariais ou das empresas de setores afins ao curso, um representante das associações sindicais ou profissionais e/ou uma personalidade de reconhecido mérito na respetiva área da formação profissional.

As diferentes provas apresentadas e a defender, nas diferentes áreas de formação, pela sua natureza e alcance,  revelam criatividade, espírito critico, sentido de responsabilidade, inovação e capacidade empreendedora dos alunos finalistas, aspetos que demonstram as suas aptidões e competências para ingressar no mundo do trabalho ou, eventualmente, para prosseguimento dos estudos.

Atualmente, e no próximo ano letivo, são ministrados na CIOR os cursos profissionais de metalomecânica/programação e maquinação em CNC, auxiliar de farmácia; eletrónica, automação e comando; mecatrónica automóvel e animação socio cultural, bem como o curso CEF de cuidador de crianças e jovens.

É de referir que o processo educativo e formativo da CIOR valoriza o trabalho de projeto, a prática colaborativa assente numa aprendizagem multinível, a ligação, através da realização de estágios, com as empresas da região e de países estrangeiros, tendo em vista um perfil esperado de um técnico formado na CIOR que seja competente, criativo, cumpridor e comunicativo, como pessoa e profissional, aspetos que contribuem para as elevadas taxas de empregabilidade registadas pelos técnicos formados neste estabelecimento de ensino.

NO ÂMBITO DE UM PROTOCOLO COM O AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE RIBEIRÃO
Junho 6, 2021

CIOR ABRE LABORATÓRIOS E OFICINAS PARA DESPERTAR A CURIOSIDADE NAS CRIANÇAS PELAS TECNOLOGIAS

Alunos da turma do 3ª ano da escola do primeiro ciclo do ensino básico de Valdossos, Fradelos, participaram, no início da semana, num workshop de eletrónica e instalações elétricas orientado por Pedro Veloso, diretor do curso de eletrónica, automação e comando da Escola Profissional CIOR.

O grande objetivo desta iniciativa é despertar nas crianças o espírito de curiosidade e o interesse por questões ligadas à tecnologia, nas áreas da eletricidade, eletrónica e afins tomando conhecimento de alguns componentes e conceitos básicos.

Neste contexto, os alunos produziram um equipamento eletrónico simples – um pisca-pisca em placa de circuito impresso, onde aprenderam a seguir um esquema eletrónico, soldar os componentes e utilizar ferramentas específicas de forma adequada.

“Ficámos surpreendidos com a capacidade de execução destes alunos tão novos, no que se refere ao jeito, interesse, cuidado e atitude demonstrados”, salientou Pedro Veloso.

Cada aluno teve a oportunidade de levar para casa o produto do seu trabalho. Esta ação contou com o apoio de sete alunos da turma EL27, do 10º ano.

Esta iniciativa enquadra-se no âmbito de um protocolo em vigor celebrado entre o Agrupamento de Escolas de Ribeirão e a CIOR tendo em vista, entre outros aspetos, criar momentos de sensibilização e motivação das crianças para questões ligadas à experimentação, pesquisa e descoberta nas áreas técnica e tecnológicas. A próxima sessão já está agendada para o dia 7 de junho, onde as crianças irão aprender brincando com inteligência artificial aplicada a drones.

CIOR REFORÇA DINÂMICAS DE MOBILIDADE NO ÂMBITO DO PROGRAMA ERASMUS+
Janeiro 28, 2022

A Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, continua a desenvolver e a privilegiar as dinâmicas de mobilidade no espaço europeu, no âmbito do programa Erasmus+, apesar dos constrangimentos impostos pela Covid19. Neste contexto, cinco professores do Liceul Tehnologic de Electrotehnica Si Telecomunicatii de Constanta, Roménia, estiveram na CIOR, durante duas semanas, de dezassete a vinte e oito de janeiro, no âmbito de uma mobilidade de staff para abordarem aspetos relacionados com métodos de ensino em tempos de pandemia, base de dados para aulas e trabalhos laboratoriais online e impressão 3D.

CIOR ACOLHE ALUNOS PROVENIENTES DE PAÍSES AFRICANOS
Dezembro 9, 2021

A Escola Profissional CIOR acolheu, no início desta semana, dois alunos guineenses, da cidade de Bissau, que irão frequentar os cursos de Produção Metalomecânica e de Animação Sociocultural.

A estes estudantes juntar-se-ão a mais sete prestes a chegar de São Tomé e Príncipe e um de Moçambique que iniciarão o ciclo de estudos, em diferentes áreas de formação, no presente ano letivo.

“A CIOR já formou e qualificou várias dezenas de alunos africanos num processo de cooperação para o desenvolvimento e estreitamente dos laços no espaço da lusofonia”, referiu Paula Pereira, da direção da Escola.

Esta responsável acrescentou ainda que “sempre fomos uma escola inclusiva, promotora das boas práticas de integração e sentimos um grande orgulho em saber que antigos alunos da CIOR, altamente qualificados, estão a contribuir para o desenvolvimento dos seus países”.

Há vários anos que a CIOR ministra formação profissional, bem como capacitação pedagógica a alunos e técnicos provenientes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, no âmbito de um protocolo de cooperação com o Ministério da Educação, Fundação Portugal/África e Universidade Católica/Porto.

No caso particular de São Tomé e Príncipe, os alunos são provenientes de Lobata, município geminado com V. N. de Famalicão.

Os alunos guineenses escolheram a CIOR através de contactos estabelecidos pela Fundação Catarina Taborda.

CIOR ACOLHE PARCEIROS DE VÁRIOS PAÍSES DA EUROPA NUM PROJETO PARA REFORÇAR A RELAÇÃO ENTRE AS ESCOLAS E AS EMPRESAS
Novembro 16, 2021

Está a decorrer na Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, de terça a sexta-feira desta semana, um encontro presencial de parceiros do projeto Erasmus+, enquadrado na ação/chave 2, subordinado ao tema “Train, work and Succeed in Europe”.

A comitiva foi recebida, no primeiro dia, na Câmara Municipal, pela nova vereadora da Juventude, Turismo e Voluntariado, Luísa Azevedo.

“O projeto tem em vista processos e estratégias de aquisição de competências de empregabilidade dos jovens para efeitos de aproximação ao mercado de trabalho, através do reforço da relação e cooperação entre escolas e empresas, como forma de facilitar o sucesso pessoal e profissional dos jovens”, explicou, Amadeu Dinis, diretor da CIOR.

Para além da CIOR, são parceiros deste projeto as escolas e centros de formação Berufliche Oberschule Schwandorf, Schwandorf, Alemanha (Coordenadora); IES Joan Maria Thomas Palma, Palma de Mallorca, Espanha; Samsun Rotary Kulübü Bilim ve Sanat Merkezi, Samsun, Turquia e Strukovna skola Sisak, Sisak, Croácia.

Da agenda constam diversas atividades como visitas ao Made In, ao Centro de Emprego, assim como a empresas parceiras da CIOR como a AMG, em Esmeriz e S. Roque, em Oliveira Santa Maria, a par de um programa de visitas a equipamentos culturais do Município de Famalicão.

ALUNO DA CIOR VENCE CONCURSO “O MEU PROJETO É EMPREENDEDOR” NA CATEGORIA INDÚSTRIA
Novembro 12, 2021

O aluno Henrique Pereira, que frequentou o curso de Eletrónica, Automação e Comando na Escola Profissional, foi o vencedor, na categoria indústria, do concurso “O meu projeto é empreendedor” com o projeto concebido no âmbito da sua prova de aptidão profissional: Sistema de Gestão, Controlo e Automação de Recursos Elétricos no edifício da Escola Profissional CIOR.

A sessão solene e cerimónia de entrega de prémios, teve lugar na Casa do Território, na tarde da passada sexta-feira.

O projeto em questão   contribui para uma utilização, monitorização e gestão eficientes da energia nas instalações e equipamentos da Escola nos domínios da iluminação, funcionamento, ar condicionado, sistema de vídeo vigilância e intrusão. Através de um controlador central, composto por um minicomputador e um sistema operativo específico para o efeito, é assegurada toda a gestão, controlo e comunicação entre os inúmeros dispositivos elétricos.

De forma simples, flexível, acessível, mas robusta, o projeto contribui para reduzir consumos com ganhos económicos e ambientais em linha com processos de descarbonização, conforme referiu Henrique Pereira para quem, para além do valor dos 500 euros recebidos, vê no prémio um “reconhecimento e estímulo, mas também um desafio para continuar a inovar e a empreender”.

É de referi que a CIOR teve também o projeto” Mesa de Vácuo”, do aluno Rúben Loureiro, do curso de Produção Metalomecânica, como um dos 6 finalistas selecionados na mesma categoria

Paula Pereira, membro da direção da CIOR, as sucessivas edições deste projeto/concurso, promovido pela Câmara Municipal, no âmbito da Rede Famalicão Empreende, são uma “oportunidade para que as escolas e os alunos valorizem, cada vez mais o “saber fazer”, baseado no trabalho de projeto, como a dimensão mais favorável para o desenvolvimento de competências multidisciplinares facilitadoras para o ingresso no mercado do trabalho ou prosseguimento de estudos”.

REPARANDO AVARIAS DE ELETRODOMÉSTICOS
Outubro 22, 2021

ALUNOS DA CIOR DINAMIZAM AÇÃO RELACIONADA COM A ECONOMIA CIRCULAR

Alunos da Escola Profissional CIOR dinamizaram, na passada sexta-feira, dia 22, um workshop sobre recuperação de eletrodomésticos, enquadrado na iniciativa “Praça Circular”, promovido pela Câmara Municipal e em curso de setembro a novembro no espaço da Praça.

Os alunos a frequentar os cursos de Eletrónica e de Instalações Elétricas explicaram aos participantes e visitantes os procedimentos necessários para a deteção, correção e reparação das avarias em diversos pequenos aparelhos presentes nas nossas casas.

“Para além de uma boa prática no âmbito da economia circular e da sustentabilidade ambiental, é gratificante ver alunos motivados a aplicar conhecimentos e competências adquiridos nas aulas e numa ação de sensibilização educativa amiga do ambiente e das pessoas”, realçou o diretor de curso Pedro Veloso.

Esta ação da CIOR enquadra-se no projeto “Hospital de  Monstros”, há anos desenvolvido na Escola, através do qual se procede há reparação de vários tipos de eletrodomésticos  que posteriormente são distribuídos por pessoas e famílias carenciadas nas Lojas Sociais existentes no Município. “A CIOR desde há muito tempo que associa a prática da responsabilidade ambiental à da responsabilidade social”, sintetizou Pedro Veloso.

ALUNOS DA CIOR REALIZAM ESTÁGIOS PROFISSIONAIS EM DIFERENTES PAÍSES DA EUROPA
Outubro 15, 2021

Um grupo de 18 alunos da Escola Profissional CIOR, de Vila Nova de Famalicão, que frequenta o 12º ano, rumará, no início da próxima semana, com destino a Itália, Malta e Espanha, no âmbito do programa Erasmus+, para realização de estágios profissionais em prestigiadas empresas/organizações parceiras da CIOR nesses países.

A saída ocorre depois da Escola ter celebrado o “Erasmusdays”, iniciativa europeia destinada a promover o Programa Erasmus+ e a dar visibilidade às atividades organizadas pelos beneficiários do programa. Foram três dias de celebração, partilha de experiências e testemunhos, promoção e valorização dos benefícios que a Europa oferece através do programa Erasmus+.

Para José Paiva, diretor pedagógico da CIOR, o Erasmus+ e as respetivas mobilidades para diferentes países da Europa são “oportunidades únicas para enriquecimento do percurso formativo dos alunos, em termos de aprendizagens, competências profissionais e pessoais, metodologias, processos de trabalho e cidadania europeia”.

Este responsável pela Escola considera ainda toda estas “dinâmicas e vivências” fundamentais para os projetos de vida dos alunos como pessoas e futuros profissionais de acordo com o perfil que a CIOR pretende para os seus alunos no final de cada ciclo formativo.

Assim, 6 alunos do curso de Mecatrónica Automóvel farão estágios na cidade de Vicenza, Itália, outros tantos alunos de Produção Metalomecânica têm como destino a cidade de Málaga, Espanha, deslocando-se os restantes alunos de Animação Socio Cultural, para a ilha de Malta.

É de referir que CIOR tem registado uma forte tendência de crescimento nas taxas de empregabilidade dos seus formandos nas diferentes áreas do mercado do trabalho, resultado da grande procura associada à escassez de técnicos qualificados em áreas como a metalomecânica e afins e outras emergentes no tecido empresarial da região.

CIOR INICIA ANO LETIVO ASSINALANDO 30 ANOS DE ENSINO E FORMAÇÃO
Setembro 11, 2021

A Escola Profissional CIOR começou este novo ano letivo assinalando os 30 anos da sua fundação, tendo surgido a 11 de setembro de 1991, ao abrigo do PROAVE – Operação Integrada do Vale do Ave – nos termos do Dec. Lei nº 26/89 de 21 de janeiro.

A direção da Escola, através de Amadeu Dinis, manifesta o “sentimento de reconhecimento e gratidão a toda a comunidade educativa, antigos alunos e professores, parceiros institucionais e empresas que ao longo dos anos têm contribuído para a consolidação e afirmação da CIOR e do seu projeto educativo.”

Por sua vez, o diretor pedagógico, José Paiva, refere que “o nosso maior património é constituído por milhares de homens e mulheres que, educados e formados na CIOR, souberam construir projetos de vida como pessoas e profissionais”. Mais afirma que “este é o nosso maior orgulho. O nosso maior capital!”

Ano a ano a CIOR tem-se afirmado como um projeto educativo, formativo e sociocultural permanentemente aberto, dinâmico e inovador. Um projeto que se tem consolidado na experiência, na cooperação interinstitucional e na procura sistemática de novos paradigmas que o tornam único, moderno e de qualidade.

NA DEFESA DAS PROVAS DE APTIDÃO PROFISSIONAL
Julho 2, 2021

ALUNOS DA CIOR DEMONSTRAM CRIATIVIDADE, INOVAÇÃO E CAPACIDADE EMPREENDEDORA.

Os alunos finalistas dos diferentes cursos profissionais ministrados na Escola Profissional CIOR, de V.N. Famalicão, de acordo com o cronograma escolar, encontram-se, durante este mês, e momento de apresentação e defesa da respetivas PAP(s)- Provas de Aptidão Profissional.

Estas provas, conforme referiu José Paiva, diretor pedagógico da CIOR, são a “última etapa do percurso formativo dos alunos traduzida num projeto transdisciplinar integrador de todos os saberes e capacidades adquiridos e desenvolvidos ao longo dos 3 anos do ciclo de formação”.

Ainda segundo este responsável, trata-se de “um projeto pessoal estruturante do futuro profissional dos jovens formandos centrado em temas e problemas perspetivados, concebidos, programados e executados com metodologias específicas estreitamente ligadas à realidade laboral e ao seu perfil profissional”.

Estas provas finais são apresentadas e defendidas, individualmente ou em equipa,  em contexto de trabalho de ambiente escolar e/ou em contextos de trabalho de ambiente extraescolar, perante um júri  de avaliação constituído pelo diretor pedagógico da escola, que preside, diretor de curso, orientador educativo, professor orientador e acompanhante do projeto, um representante das associações empresariais ou das empresas de setores afins ao curso, um representante das associações sindicais ou profissionais e/ou uma personalidade de reconhecido mérito na respetiva área da formação profissional.

As diferentes provas apresentadas e a defender, nas diferentes áreas de formação, pela sua natureza e alcance,  revelam criatividade, espírito critico, sentido de responsabilidade, inovação e capacidade empreendedora dos alunos finalistas, aspetos que demonstram as suas aptidões e competências para ingressar no mundo do trabalho ou, eventualmente, para prosseguimento dos estudos.

Atualmente, e no próximo ano letivo, são ministrados na CIOR os cursos profissionais de metalomecânica/programação e maquinação em CNC, auxiliar de farmácia; eletrónica, automação e comando; mecatrónica automóvel e animação socio cultural, bem como o curso CEF de cuidador de crianças e jovens.

É de referir que o processo educativo e formativo da CIOR valoriza o trabalho de projeto, a prática colaborativa assente numa aprendizagem multinível, a ligação, através da realização de estágios, com as empresas da região e de países estrangeiros, tendo em vista um perfil esperado de um técnico formado na CIOR que seja competente, criativo, cumpridor e comunicativo, como pessoa e profissional, aspetos que contribuem para as elevadas taxas de empregabilidade registadas pelos técnicos formados neste estabelecimento de ensino.

NO ÂMBITO DE UM PROTOCOLO COM O AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE RIBEIRÃO
Junho 6, 2021

CIOR ABRE LABORATÓRIOS E OFICINAS PARA DESPERTAR A CURIOSIDADE NAS CRIANÇAS PELAS TECNOLOGIAS

Alunos da turma do 3ª ano da escola do primeiro ciclo do ensino básico de Valdossos, Fradelos, participaram, no início da semana, num workshop de eletrónica e instalações elétricas orientado por Pedro Veloso, diretor do curso de eletrónica, automação e comando da Escola Profissional CIOR.

O grande objetivo desta iniciativa é despertar nas crianças o espírito de curiosidade e o interesse por questões ligadas à tecnologia, nas áreas da eletricidade, eletrónica e afins tomando conhecimento de alguns componentes e conceitos básicos.

Neste contexto, os alunos produziram um equipamento eletrónico simples – um pisca-pisca em placa de circuito impresso, onde aprenderam a seguir um esquema eletrónico, soldar os componentes e utilizar ferramentas específicas de forma adequada.

“Ficámos surpreendidos com a capacidade de execução destes alunos tão novos, no que se refere ao jeito, interesse, cuidado e atitude demonstrados”, salientou Pedro Veloso.

Cada aluno teve a oportunidade de levar para casa o produto do seu trabalho. Esta ação contou com o apoio de sete alunos da turma EL27, do 10º ano.

Esta iniciativa enquadra-se no âmbito de um protocolo em vigor celebrado entre o Agrupamento de Escolas de Ribeirão e a CIOR tendo em vista, entre outros aspetos, criar momentos de sensibilização e motivação das crianças para questões ligadas à experimentação, pesquisa e descoberta nas áreas técnica e tecnológicas. A próxima sessão já está agendada para o dia 7 de junho, onde as crianças irão aprender brincando com inteligência artificial aplicada a drones.

CIOR REFORÇA DINÂMICAS DE MOBILIDADE NO ÂMBITO DO PROGRAMA ERASMUS+
Janeiro 28, 2022

A Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, continua a desenvolver e a privilegiar as dinâmicas de mobilidade no espaço europeu, no âmbito do programa Erasmus+, apesar dos constrangimentos impostos pela Covid19. Neste contexto, cinco professores do Liceul Tehnologic de Electrotehnica Si Telecomunicatii de Constanta, Roménia, estiveram na CIOR, durante duas semanas, de dezassete a vinte e oito de janeiro, no âmbito de uma mobilidade de staff para abordarem aspetos relacionados com métodos de ensino em tempos de pandemia, base de dados para aulas e trabalhos laboratoriais online e impressão 3D.

CIOR ACOLHE ALUNOS PROVENIENTES DE PAÍSES AFRICANOS
Dezembro 9, 2021

A Escola Profissional CIOR acolheu, no início desta semana, dois alunos guineenses, da cidade de Bissau, que irão frequentar os cursos de Produção Metalomecânica e de Animação Sociocultural.

A estes estudantes juntar-se-ão a mais sete prestes a chegar de São Tomé e Príncipe e um de Moçambique que iniciarão o ciclo de estudos, em diferentes áreas de formação, no presente ano letivo.

“A CIOR já formou e qualificou várias dezenas de alunos africanos num processo de cooperação para o desenvolvimento e estreitamente dos laços no espaço da lusofonia”, referiu Paula Pereira, da direção da Escola.

Esta responsável acrescentou ainda que “sempre fomos uma escola inclusiva, promotora das boas práticas de integração e sentimos um grande orgulho em saber que antigos alunos da CIOR, altamente qualificados, estão a contribuir para o desenvolvimento dos seus países”.

Há vários anos que a CIOR ministra formação profissional, bem como capacitação pedagógica a alunos e técnicos provenientes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, no âmbito de um protocolo de cooperação com o Ministério da Educação, Fundação Portugal/África e Universidade Católica/Porto.

No caso particular de São Tomé e Príncipe, os alunos são provenientes de Lobata, município geminado com V. N. de Famalicão.

Os alunos guineenses escolheram a CIOR através de contactos estabelecidos pela Fundação Catarina Taborda.

CIOR ACOLHE PARCEIROS DE VÁRIOS PAÍSES DA EUROPA NUM PROJETO PARA REFORÇAR A RELAÇÃO ENTRE AS ESCOLAS E AS EMPRESAS
Novembro 16, 2021

Está a decorrer na Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, de terça a sexta-feira desta semana, um encontro presencial de parceiros do projeto Erasmus+, enquadrado na ação/chave 2, subordinado ao tema “Train, work and Succeed in Europe”.

A comitiva foi recebida, no primeiro dia, na Câmara Municipal, pela nova vereadora da Juventude, Turismo e Voluntariado, Luísa Azevedo.

“O projeto tem em vista processos e estratégias de aquisição de competências de empregabilidade dos jovens para efeitos de aproximação ao mercado de trabalho, através do reforço da relação e cooperação entre escolas e empresas, como forma de facilitar o sucesso pessoal e profissional dos jovens”, explicou, Amadeu Dinis, diretor da CIOR.

Para além da CIOR, são parceiros deste projeto as escolas e centros de formação Berufliche Oberschule Schwandorf, Schwandorf, Alemanha (Coordenadora); IES Joan Maria Thomas Palma, Palma de Mallorca, Espanha; Samsun Rotary Kulübü Bilim ve Sanat Merkezi, Samsun, Turquia e Strukovna skola Sisak, Sisak, Croácia.

Da agenda constam diversas atividades como visitas ao Made In, ao Centro de Emprego, assim como a empresas parceiras da CIOR como a AMG, em Esmeriz e S. Roque, em Oliveira Santa Maria, a par de um programa de visitas a equipamentos culturais do Município de Famalicão.

ALUNO DA CIOR VENCE CONCURSO “O MEU PROJETO É EMPREENDEDOR” NA CATEGORIA INDÚSTRIA
Novembro 12, 2021

O aluno Henrique Pereira, que frequentou o curso de Eletrónica, Automação e Comando na Escola Profissional, foi o vencedor, na categoria indústria, do concurso “O meu projeto é empreendedor” com o projeto concebido no âmbito da sua prova de aptidão profissional: Sistema de Gestão, Controlo e Automação de Recursos Elétricos no edifício da Escola Profissional CIOR.

A sessão solene e cerimónia de entrega de prémios, teve lugar na Casa do Território, na tarde da passada sexta-feira.

O projeto em questão   contribui para uma utilização, monitorização e gestão eficientes da energia nas instalações e equipamentos da Escola nos domínios da iluminação, funcionamento, ar condicionado, sistema de vídeo vigilância e intrusão. Através de um controlador central, composto por um minicomputador e um sistema operativo específico para o efeito, é assegurada toda a gestão, controlo e comunicação entre os inúmeros dispositivos elétricos.

De forma simples, flexível, acessível, mas robusta, o projeto contribui para reduzir consumos com ganhos económicos e ambientais em linha com processos de descarbonização, conforme referiu Henrique Pereira para quem, para além do valor dos 500 euros recebidos, vê no prémio um “reconhecimento e estímulo, mas também um desafio para continuar a inovar e a empreender”.

É de referi que a CIOR teve também o projeto” Mesa de Vácuo”, do aluno Rúben Loureiro, do curso de Produção Metalomecânica, como um dos 6 finalistas selecionados na mesma categoria

Paula Pereira, membro da direção da CIOR, as sucessivas edições deste projeto/concurso, promovido pela Câmara Municipal, no âmbito da Rede Famalicão Empreende, são uma “oportunidade para que as escolas e os alunos valorizem, cada vez mais o “saber fazer”, baseado no trabalho de projeto, como a dimensão mais favorável para o desenvolvimento de competências multidisciplinares facilitadoras para o ingresso no mercado do trabalho ou prosseguimento de estudos”.

REPARANDO AVARIAS DE ELETRODOMÉSTICOS
Outubro 22, 2021

ALUNOS DA CIOR DINAMIZAM AÇÃO RELACIONADA COM A ECONOMIA CIRCULAR

Alunos da Escola Profissional CIOR dinamizaram, na passada sexta-feira, dia 22, um workshop sobre recuperação de eletrodomésticos, enquadrado na iniciativa “Praça Circular”, promovido pela Câmara Municipal e em curso de setembro a novembro no espaço da Praça.

Os alunos a frequentar os cursos de Eletrónica e de Instalações Elétricas explicaram aos participantes e visitantes os procedimentos necessários para a deteção, correção e reparação das avarias em diversos pequenos aparelhos presentes nas nossas casas.

“Para além de uma boa prática no âmbito da economia circular e da sustentabilidade ambiental, é gratificante ver alunos motivados a aplicar conhecimentos e competências adquiridos nas aulas e numa ação de sensibilização educativa amiga do ambiente e das pessoas”, realçou o diretor de curso Pedro Veloso.

Esta ação da CIOR enquadra-se no projeto “Hospital de  Monstros”, há anos desenvolvido na Escola, através do qual se procede há reparação de vários tipos de eletrodomésticos  que posteriormente são distribuídos por pessoas e famílias carenciadas nas Lojas Sociais existentes no Município. “A CIOR desde há muito tempo que associa a prática da responsabilidade ambiental à da responsabilidade social”, sintetizou Pedro Veloso.

ALUNOS DA CIOR REALIZAM ESTÁGIOS PROFISSIONAIS EM DIFERENTES PAÍSES DA EUROPA
Outubro 15, 2021

Um grupo de 18 alunos da Escola Profissional CIOR, de Vila Nova de Famalicão, que frequenta o 12º ano, rumará, no início da próxima semana, com destino a Itália, Malta e Espanha, no âmbito do programa Erasmus+, para realização de estágios profissionais em prestigiadas empresas/organizações parceiras da CIOR nesses países.

A saída ocorre depois da Escola ter celebrado o “Erasmusdays”, iniciativa europeia destinada a promover o Programa Erasmus+ e a dar visibilidade às atividades organizadas pelos beneficiários do programa. Foram três dias de celebração, partilha de experiências e testemunhos, promoção e valorização dos benefícios que a Europa oferece através do programa Erasmus+.

Para José Paiva, diretor pedagógico da CIOR, o Erasmus+ e as respetivas mobilidades para diferentes países da Europa são “oportunidades únicas para enriquecimento do percurso formativo dos alunos, em termos de aprendizagens, competências profissionais e pessoais, metodologias, processos de trabalho e cidadania europeia”.

Este responsável pela Escola considera ainda toda estas “dinâmicas e vivências” fundamentais para os projetos de vida dos alunos como pessoas e futuros profissionais de acordo com o perfil que a CIOR pretende para os seus alunos no final de cada ciclo formativo.

Assim, 6 alunos do curso de Mecatrónica Automóvel farão estágios na cidade de Vicenza, Itália, outros tantos alunos de Produção Metalomecânica têm como destino a cidade de Málaga, Espanha, deslocando-se os restantes alunos de Animação Socio Cultural, para a ilha de Malta.

É de referir que CIOR tem registado uma forte tendência de crescimento nas taxas de empregabilidade dos seus formandos nas diferentes áreas do mercado do trabalho, resultado da grande procura associada à escassez de técnicos qualificados em áreas como a metalomecânica e afins e outras emergentes no tecido empresarial da região.

CIOR INICIA ANO LETIVO ASSINALANDO 30 ANOS DE ENSINO E FORMAÇÃO
Setembro 11, 2021

A Escola Profissional CIOR começou este novo ano letivo assinalando os 30 anos da sua fundação, tendo surgido a 11 de setembro de 1991, ao abrigo do PROAVE – Operação Integrada do Vale do Ave – nos termos do Dec. Lei nº 26/89 de 21 de janeiro.

A direção da Escola, através de Amadeu Dinis, manifesta o “sentimento de reconhecimento e gratidão a toda a comunidade educativa, antigos alunos e professores, parceiros institucionais e empresas que ao longo dos anos têm contribuído para a consolidação e afirmação da CIOR e do seu projeto educativo.”

Por sua vez, o diretor pedagógico, José Paiva, refere que “o nosso maior património é constituído por milhares de homens e mulheres que, educados e formados na CIOR, souberam construir projetos de vida como pessoas e profissionais”. Mais afirma que “este é o nosso maior orgulho. O nosso maior capital!”

Ano a ano a CIOR tem-se afirmado como um projeto educativo, formativo e sociocultural permanentemente aberto, dinâmico e inovador. Um projeto que se tem consolidado na experiência, na cooperação interinstitucional e na procura sistemática de novos paradigmas que o tornam único, moderno e de qualidade.

NA DEFESA DAS PROVAS DE APTIDÃO PROFISSIONAL
Julho 2, 2021

ALUNOS DA CIOR DEMONSTRAM CRIATIVIDADE, INOVAÇÃO E CAPACIDADE EMPREENDEDORA.

Os alunos finalistas dos diferentes cursos profissionais ministrados na Escola Profissional CIOR, de V.N. Famalicão, de acordo com o cronograma escolar, encontram-se, durante este mês, e momento de apresentação e defesa da respetivas PAP(s)- Provas de Aptidão Profissional.

Estas provas, conforme referiu José Paiva, diretor pedagógico da CIOR, são a “última etapa do percurso formativo dos alunos traduzida num projeto transdisciplinar integrador de todos os saberes e capacidades adquiridos e desenvolvidos ao longo dos 3 anos do ciclo de formação”.

Ainda segundo este responsável, trata-se de “um projeto pessoal estruturante do futuro profissional dos jovens formandos centrado em temas e problemas perspetivados, concebidos, programados e executados com metodologias específicas estreitamente ligadas à realidade laboral e ao seu perfil profissional”.

Estas provas finais são apresentadas e defendidas, individualmente ou em equipa,  em contexto de trabalho de ambiente escolar e/ou em contextos de trabalho de ambiente extraescolar, perante um júri  de avaliação constituído pelo diretor pedagógico da escola, que preside, diretor de curso, orientador educativo, professor orientador e acompanhante do projeto, um representante das associações empresariais ou das empresas de setores afins ao curso, um representante das associações sindicais ou profissionais e/ou uma personalidade de reconhecido mérito na respetiva área da formação profissional.

As diferentes provas apresentadas e a defender, nas diferentes áreas de formação, pela sua natureza e alcance,  revelam criatividade, espírito critico, sentido de responsabilidade, inovação e capacidade empreendedora dos alunos finalistas, aspetos que demonstram as suas aptidões e competências para ingressar no mundo do trabalho ou, eventualmente, para prosseguimento dos estudos.

Atualmente, e no próximo ano letivo, são ministrados na CIOR os cursos profissionais de metalomecânica/programação e maquinação em CNC, auxiliar de farmácia; eletrónica, automação e comando; mecatrónica automóvel e animação socio cultural, bem como o curso CEF de cuidador de crianças e jovens.

É de referir que o processo educativo e formativo da CIOR valoriza o trabalho de projeto, a prática colaborativa assente numa aprendizagem multinível, a ligação, através da realização de estágios, com as empresas da região e de países estrangeiros, tendo em vista um perfil esperado de um técnico formado na CIOR que seja competente, criativo, cumpridor e comunicativo, como pessoa e profissional, aspetos que contribuem para as elevadas taxas de empregabilidade registadas pelos técnicos formados neste estabelecimento de ensino.

NO ÂMBITO DE UM PROTOCOLO COM O AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE RIBEIRÃO
Junho 6, 2021

CIOR ABRE LABORATÓRIOS E OFICINAS PARA DESPERTAR A CURIOSIDADE NAS CRIANÇAS PELAS TECNOLOGIAS

Alunos da turma do 3ª ano da escola do primeiro ciclo do ensino básico de Valdossos, Fradelos, participaram, no início da semana, num workshop de eletrónica e instalações elétricas orientado por Pedro Veloso, diretor do curso de eletrónica, automação e comando da Escola Profissional CIOR.

O grande objetivo desta iniciativa é despertar nas crianças o espírito de curiosidade e o interesse por questões ligadas à tecnologia, nas áreas da eletricidade, eletrónica e afins tomando conhecimento de alguns componentes e conceitos básicos.

Neste contexto, os alunos produziram um equipamento eletrónico simples – um pisca-pisca em placa de circuito impresso, onde aprenderam a seguir um esquema eletrónico, soldar os componentes e utilizar ferramentas específicas de forma adequada.

“Ficámos surpreendidos com a capacidade de execução destes alunos tão novos, no que se refere ao jeito, interesse, cuidado e atitude demonstrados”, salientou Pedro Veloso.

Cada aluno teve a oportunidade de levar para casa o produto do seu trabalho. Esta ação contou com o apoio de sete alunos da turma EL27, do 10º ano.

Esta iniciativa enquadra-se no âmbito de um protocolo em vigor celebrado entre o Agrupamento de Escolas de Ribeirão e a CIOR tendo em vista, entre outros aspetos, criar momentos de sensibilização e motivação das crianças para questões ligadas à experimentação, pesquisa e descoberta nas áreas técnica e tecnológicas. A próxima sessão já está agendada para o dia 7 de junho, onde as crianças irão aprender brincando com inteligência artificial aplicada a drones.

Início das aulas no 3º Período - Ano Letivo 2020/21

Cursos CEF:

Aulas presenciais/Regresso à escola: dia 06.04.2021, de acordo com o horário

Cursos Profissionais:

Ensino à distância: dia 06.04.2021, de acordo com o horário

Aulas presenciais/Regresso à escola: dia 19.04.2021, de acordo com o horário