24 Out

Numa ação solidária com o apoio logístico da empresa famalicense S. Roque

Numa ação solidária com o apoio logístico da empresa famalicense S. Roque

CIOR envia quatro toneladas de material educativo para escola de Moçambique

 

Um contentor com quatro toneladas de material escolar, ferramentas, livros, material informático e outros bens está a caminho de Moçambique, para o Instituto Politécnico São Francisco de Assis, em Marracuene, na província de Maputo, no âmbito de uma ação de cooperação e de solidariedade desenvolvida pela Escola Profissional CIOR, de V. N. de Famalicão, e enquadrada num processo de geminação celebrado, em novembro do ano passado, com aquela escola moçambicana.
O contentor foi transportado das instalações da CIOR, na passada quarta-feira, dia 23, com destino para o porto de Sines, de onde seguirá para Maputo, com chegada prevista para o final do mês de novembro.
Esta grande campanha de solidariedade, que decorreu durante vários meses e envolveu, para além da comunidade educativa da CIOR, empresas, instituições e cidadãos do município e da região, só agora terminou com o apoio logístico e transporte assegurados pelo grupo empresarial famalicense S. Roque – Máquinas e Tecnologia Laser, S.A, de Oliveira São Mateus, que aderiu a esta campanha numa “prática de responsabilidade social e solidária a favor da cooperação para o desenvolvimento, que muito nos sensibiliza e que agradecemos”, afirmou Amadeu Dinis, diretor da Escola. “O Grupo S. Roque permitiu-nos ultrapassar a maior barreira desta enorme e mobilizadora campanha, levando a bom porto esta grande ação solidária a favor de uma Escola e da sua comunidade educativa que enfrenta inúmeros problemas e carências”, acrescentou Amadeu Dinis.
“Para além do gesto e da mensagem de uma dádiva solidária, esta ajuda é extremamente importante e fará a diferença numa Escola onde os alunos, por vezes, podem armar uma rixa pela posse de um caderno ou de um simples meio lápis”, registou, por sua vez e com emoção contida, José Paiva, diretor pedagógico da CIOR.
A ligação da CIOR a Moçambique teve início em 2009, ano em que esta Escola começou a acolher regularmente alunos e professores provenientes deste país lusófono, tendo até ao momento formado e capacitado 13 técnicos e 2 professores em diferentes áreas de formação.
Toda esta dinâmica tem-se desenvolvido no âmbito da Fundação Portugal/África contando com o patrocínio dos ministérios da educação de Portugal e Moçambique e apoio da Universidade Católica/Porto.
Com este processo de geminação, a CIOR pretende promover a transferibilidade de conhecimentos, Know-how e partilha de experiências pedagógico- didáticas entre as duas escolas profissionais, tudo devidamente enquadrado na missão da Escola famalicense no atinente à sua internacionalização e cooperação para o desenvolvimento, nomeadamente com os países africanos de língua portuguesa.
O Instituto Politécnico São Francisco de Assis é uma escola comunitária onde se ministram vários cursos profissionais, sendo gerida pela congregação religiosa das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição. Localiza-se em Mumemo, distrito de Marracuene, numa região extremamente empobrecida, com poucos meios e recursos, onde a escola, a educação e a formação são o único caminho de uma população para um futuro melhor, refere a CIOR em nota de imprensa.

Deixe uma mensagem.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *