UM PROJETO COM IDENTIDADE

A Escola Profissional CIOR é um projeto educativo, formativo e sociocultural permanentemente aberto, dinâmico e inovador.

É um projeto que se tem consolidado na experiência, na cooperação institucional e na procura sistemática de novos paradigmas que o tornam único, moderno e de qualidade.

Tanto ou mais que uma escola profissional, a CIOR é um agente e um parceiro ativo no desenvolvimento da comunidade local e regional onde se insere e quer servir, respondendo aos desafios da qualificação dos recursos humanos, da modernização e da competitividade do tecido socioeconómico e empresarial como fatores de progresso, coesão social e bem-estar.

A imagem de credibilidade e de referência que nos têm atribuído resulta da educação e formação que já ministrámos a milhares de jovens e cidadãos, do aproveitamento e rentabilização dos nossos recursos técnicos e humanos, da ligação permanente ao tecido empresarial e às suas solicitações e necessidades, das parcerias privilegiadas que procuramos e sabemos manter, do diálogo institucional em que somos respeitados, enfim… dos desafios que gostamos de enfrentar e de vencer.

Porque, para nós, os projetos têm sempre futuro.

Temos um património feito de saber, de experiência e de competência.

Somos uma Escola com Identidade!

Amadeu Dinis

Diretor

ORIGENS

OLHAR O PRESENTE, IDENTIFICAR O FUTURO

Nos finais dos anos 80, em torno de uma ideia, criou-se uma marca e delineou-se um projeto ativo, partilhado, dinâmico, aberto e envolvente.

O CIOR – Centro de Informação e Orientação – surgiu como um serviço e uma prática dirigidos aos jovens, às suas necessidades e ambições. Novos olhares baseados em diferentes paradigmas, para seguir um destino.

A escola, o trabalho, a profissão, novas experiências, metodologias e conhecimentos. A teoria e a prática.

A escola e a empresa. A formação profissional. O trabalho. O saber e o saber-fazer, mas também o saber ser. A formação. Os estágios. Os profissionais qualificados para responder às necessidades do mundo do trabalho em transformação e às realidades do tecido socioeconómico e empresarial.

Seguidamente, a CIOR, tal como a identificamos, foi criada em 11 de setembro de 1991 ao abrigo do PROAVE – Operação Integrada do Vale do Ave – nos termos do Dec. Lei nº 26/89 de 21 de janeiro. Com base numa parceria institucional, tendo como entidades promotoras a Câmara Municipal de V. N. Famalicão e a Escola Secundária D. Sancho I, iniciou um projeto educativo, formativo e sociocultural, consolidado ao longo dos anos, com determinação, identidade, inovação e qu Nos inícios do ano letivo 1991/1992, com dois funcionários e meia dúzia de professores/formadores e com o Curso Profissional de Técnico Serviços Comerciais/Comércio Externo, repartimos as instalações pelo Centro de Apoio à Juventude, pela Escola Secundária D. Sancho I e, mais tarde, ocupámos uma parte da unidade fabril Silma.

No ano letivo 1992/93, abrimos o Curso de Técnico de Gestão do Ambiente /Recursos Hídricos criando um polo na Casa do Povo de Nine, que funcionou até 1996.

A partir de 1993, já com mais os cursos Técnico de Serviços Comerciais/Vendas e Técnico de Eletrónica/Comando, adaptámos salas e escritórios a salas de aula num edifício na Av. General Humberto Delgado e num Centro Comercial, nesta cidade.

Em 1996, e para fazer face a novas exigências e desafios, passámos a ocupar as atuais e modernas instalações, devidamente equipadas, através de uma candidatura e financiamento, no âmbito PRODEP.

De acordo com a legislação em vigor, a CIOR é uma pessoa coletiva, sem fins lucrativos, gozando de prerrogativas de pessoa coletiva de utilidade pública. A sua atividade está sujeita à tutela científica, pedagógica e funcional do Ministério da Educação.

Presentemente, a CIOR é propriedade da Cooperativa de Ensino de V. N. Famalicão, C.R.L. fundada em 7 de julho de 1999, ao abrigo do Dec. Lei nº 4/98. Atualmente é frequentada por 400 alunos, tendo ao seu serviço 36 professores/formadores e 28 funcionários.

Ao longo destes anos, diversificámos a oferta formativa, pelas áreas de serviços, energias, mecânica e qualificámos milhares de jovens. Estabelecemos redes e parcerias estratégicas. Promovemos o diálogo interinstitucional. Consolidámos o nosso projeto. Como atores e parceiros do desenvolvimento local e regional, somos reconhecidos como uma Escola de mérito e de prestígio. Como organização de economia social construímos um património que já é pertença da nossa comunidade educativa e da região.

Manuel de Araújo,

Membro da Direção

ERRO ERRO

IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GARANTIA DA QUALIDADE ALINHADO COM OS PRINCÍPIOS DO QUADRO DE REFERÊNCIA EUROPEU DE GARANTIA DA QUALIDADE NA EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

O Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para a Educação e Formação profissionais (Quadro EQAVET) foi concebido para melhorar a educação e formação profissional no espaço europeu.

Desde 2015 que o Gabinete da Qualidade da Escola e a Direção desencadearam um processo de adequação do Sistema de Gestão da Qualidade implementado de acordo com a norma ISO9001, às especificidades do Modelo EQAVET. Neste processo envolveram os professores, os alunos, os colaboradores, os pais, as empresas e outros parceiros estratégicos na procura pela excelência da formação desenvolvida.

O processo de melhoria contínua exige uma aplicação sistemática dos procedimentos, partindo-se de uma metodologia assente no planeamento, na implementação, verificação e revisão, em todas as atividades da escola e conta com o envolvimento de todos os seus atores.

O processo de alinhamento com o quadro EQAVET prossegue, em linhas gerais, os seguintes objetivos:

– Cimentar, na escola, uma cultura de garantia e melhoria da qualidade, baseada em práticas de autoavaliação;

– Reforçar, junto da equipa técnico/pedagógica, a adoção de procedimentos e práticas associadas às principais componentes do quadro EQAVET – quatro fases do ciclo de qualidade; critérios de qualidade EQAVET e respetivos descritores indicativos;

– Recolher e analisar de forma sistemática e sistémica os resultados da atividade desenvolvida, refletindo esse exercício na melhoria contínua das práticas de gestão da EPCior;

– Obter o selo de conformidade EQAVET, que comprova a alinhamento do modelo de gestão da Escola com os referentes Europeus.

OUTROS DOCUMENTOS:
Download Documento Base CIOR 2020 Download Relatório Operador CIOR 2020 Download Plano Ação EQAVET CIOR 2020

MISSÃO

A missão da Cooperativa de Ensino de Vila Nova de Famalicão – EP Cior é promover o ensino profissional, bem como diferentes modalidades de formação, em conformidade com a lei de bases do sistema educativo, indo ao encontro dos interesses e aspirações dos formandos, dos colaboradores e dos agentes de desenvolvimento local e regional, com vista à inserção dos formandos na vida ativa, contribuindo para a sua realização pessoal e profissional como cidadãos, estando sempre presente o princípio de aprender fazendo, construindo e inovando.

VISÃO

Procurar que a Cooperativa de Ensino de Vila Nova de Famalicão – EP Cior assuma uma identidade própria e única, que a caracterize e afirme no contexto socioeconómico e cultural em que se insere, guiando-se sempre por valores e princípios que tenham, por fim último, a formação integral do aluno, como pessoa, nos seus interesses e aspirações e, como cidadão, ativo, responsável, interveniente, democrata e solidário.

POLÍTICA DA QUALIDADE

A Direção da Cooperativa de Ensino de Vila Nova de Famalicão – EP Cior, com base nos seus objetivos gerais, na visão e na missão desta Cooperativa, aprova a seguinte Política da Qualidade: A Cooperativa de Ensino de Vila Nova de Famalicão está comprometida com a melhoria contínua do seu sistema de gestão, numa perspetiva de integração de todos os componentes relevantes para a mesma, assegurando a conformidade com a legislação em vigor no domínio da sua atividade, de forma a: – Manter objetivos de melhoria contínua na qualidade da formação ministrada e dos serviços prestados, garantindo a sua credibilidade e competência como Entidade Formadora. – Corresponder às expectativas dos formandos no que diz respeito à sua completa inserção profissional e social. – Estabelecer parcerias de cooperação Institucional procurando responder às necessidades emergentes do contexto social, cultural e empresarial, à modernização do tecido empresarial, bem como concretizar iniciativas ligadas à promoção do emprego e formação profissional. – Proporcionar aos colaboradores as condições necessárias para que estes se sintam identificados e valorizados com a cultura organizacional da instituição, proporcionando-lhes um contexto favorável para o seu crescimento e desenvolvimento, nomeadamente através da formação ao longo da vida. – Cumprir os requisitos que garantam a qualidade e a melhoria contínua do seu Sistema de Gestão.

22/12/2010

A Direção

”ORGANOGRAMA”/